Crítica - O Mundo Sombrio de Sabrina : 1ª Temporada ( Por Edmo Jr. ) - Os Cinéfilos

Crítica - O Mundo Sombrio de Sabrina : 1ª Temporada ( Por Edmo Jr. )

homem Aranha

Por Edmo Jr.


Enfim estreia a 1ª temporada de O Mundo Sombrio de Sabrina ( Chilling Adventures of Sabrina ) na Netflix. Baseado nos quadrinhos da Archie Comics ( que inspirou Riverdale ), a série é desenvolvida e produzida por Roberto Aguirre-Sacasa, que também é escritor dos quadrinhos de Sabrina.

Nesta versão mais sombria ( e mais próxima dos quadrinhos ), a série se distancia da versão para TV dos anos 90, Sabrina: Aprendiz de Feiticeira ( Sabrina The Teenage Witch ), estrelada por Melissa Joan Hart, que possuía um tom mais cômico, mais leve.

A nova série, mostra Sabrina Spellman, interpretada por Kiernan Shipka, vivendo em Greendale com suas tias Hilda ( Lucy Davis ) e Zelda ( Miranda Otto ), e seu primo Ambrose ( Chance Perdomo ), enquanto tenta ter o melhor dos dois mundos, a vida de adolescente ao lado de seu namorado, Harvey ( Ross Lynch ), e ser uma aprendiz das artes ocultas.

Com uma ambientação bacana, digna de filmes de terror ( lembrando até alguns clássicos ), a série se aprofunda no mundo da magia negra, mostrando rituais de iniciação, sacrifícios e até mesmo a presença do próprio capiroto. Em meio à uma disputa pela alma de Sabrina, ela deve escolher entre servir ao diabo, ou seguir com sua vida "normal", é o que diferencia a série de sua versão mais antiga, a série se leva a sério, apesar dos comentários, é outra proposta, como prometido desde o começo por Roberto Aguirre.

A série pode parecer familiar para aqueles que estão acostumados com séries como Supernatural, Grimm, envolvendo demônios, fantasmas, bruxas e muito mais, porém, se você pensar em comparar com a série dos anos 90, a série pode não agradar tanto. Algo que muitos fãs nostálgicos podem sentir falta, são os diálogos entre Sabrina e seu familiar, o gato Salem, que aqui, só se comunica com ela em sua verdadeira forma, diferente de sua versão antiga em que conversava e até mesmo era um tipo de co-protagonista da série ao lado de Sabrina ( a memória afetiva nessas horas não nos dá espaço para o novo ).

Destaque para Kiernan e seu carisma, Miranda Otto também, a atriz empresta seus talentos para o papel da tia que pode parecer severa e arrogante, mas que no fundo ama sua sobrinha, todo o elenco parece estar no mesmo nível. Em uma temporada cheia de subtramas se desenvolvendo, e claro, plantando as sementes para futuras temporadas da promissora série.

Referências à série dos anos 90, e até mesmo à Riverdale ( nos faz pensar em um crossover entre as duas séries algum dia ), estão nessa primeira temporada. Então, se você estava esperando por uma nova série de suspense com temas sobrenaturais e algum sangue novo em meio à tantas séries do gênero, Sabrina pode ser uma boa opção.


Nota 8,0

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.