SPOILER: Estrela de "The Walking Dead" se abre sobre a cena da morte chocante de seu personagem - Os Cinéfilos

SPOILER: Estrela de "The Walking Dead" se abre sobre a cena da morte chocante de seu personagem

homem Aranha
The Walking Dead matou um personagem principal de forma chocante na noite de domingo, trazendo a série de volta ao seu estado de "ninguém está seguro" de forma aterrorizante. O ator por trás da saída chocante falou em uma entrevista ao ComicBook.com.
Spoilers para The Walking Dead Episódio 9x08 seguir. Grandes spoilers!
Tom Payne se juntou à The Walking Dead em sua sexta temporada como Paul "Jesus" RoviaO personagem trouxe uma sensação de leveza para a série, algo que precisava com a nuvem negra da 7ª temporada e os Salvadores no horizonte. Ao longo do caminho, o personagem se tornou um jogador de apoio da comunidade Hilltop e, eventualmente, subiu de posto como líder, antes de um sussurrador atravessar seu peito com uma espada e matá-lo. Enquanto Jesus irá aparecer em The Walking Dead em um episódio futuro, o personagem está realmente morto e não estará em nenhuma cena da presente linha do tempo, de qualquer forma.
Abaixo, confira a entrevista do ComicBook.com com o ator de Jesus, Tom Payne.
CB: Primeiro de tudo, quando e como você descobriu que este seria o fim do caminho para Jesus?
Tom Payne: No começo, filmando o episódio sete, porque é quando sai o roteiro de oito. Angela [Kang] me ligou e eu realmente perdi a ligação. Eu estava mandando mensagens de texto para minha namorada, e eu fiquei tipo, "Oh, merda! Angela acabou de me ligar, talvez seja 'a ligação'." Liguei de volta e foi a ligação. Foi engraçado.
Eu ouvi depois do [diretor do episódio 9x08] Mikey Satrazemis que Angela estava um pouco nervosa por ter me ligado também, e Mikey disse: "Ah, não. Tom vai ficar bem, não se preocupe com isso". Tenho certeza, eu realmente não falei com ela sobre isso, mas acho que foi a primeira vez que ela fez esse tipo de ligação. Porque eu acho que toda a situação do Andy [Lincoln] e da Lauren [Cohan] tinha sido resolvida antes disso.
Então eu estou feliz, porque eu sou muito descontraído, e eu estava meio que pronto para ir embora, então eu acho que foi bem fácil. Eu sei que foi, porque eu dizia, "Oh, tudo bem, legal, uhum, legal". Ela estava meio surpresa, ela estava esperando por algum tipo de choque ou algo assim. Eu disse: "Parece ótimo, ok, incrível".
E então eu estava apenas preocupado, não preocupado apreensivo. 'Ok, então como vai ser?' Porque se é o Jesus, tem que ser como um monte de gente com ele, ou tem que ser algo que ele não poderia evitar, pois ele é o lutador mais capaz de todos. Mas então a maneira como isso aconteceu, eu acho que foi muito legal. Essa era a maneira que poderia deixa-lo surpreso, e era algo que ninguém estava esperando, então isso foi muito legal. Eu gosto do jeito que fizemos. Eu gosto que ele teve uma grande seqüência de luta antes de sair também.
CB: Com alguns atores como Andrew Lincoln e Lauren Cohan tendo pedido para deixar o show, ou Frank Dillane pedindo para sair de Fear the Walking Dead, este foi seu pedido, uma decisão criativa, ou um pouco de ambos?
TP: Honestamente, eu não posso te dizer completamente, mas eles estavam definitivamente conscientes de que eu estava tendo um pouco de dificuldade. Eu tinha até dito na última temporada que "porque estamos tendo uma guerra, você sabe, e as pessoas não estão morrendo". Eu disse, "Há muitas pessoas no programa, você precisa matar algumas pessoas. Me mate, eu não me importo, apenas mate algumas pessoas." E então eis que eles me matam!
Eu estava dizendo que, sabendo que isso seria legal. Tudo o que me interessa é a história, e se a história é boa, e se eles fazem isso da maneira certa, então eu não me importo. E se eu ajudar a contar essa história, de uma maneira legal, surpreendente e chocante, então eu estou triste com isso, e acho que eles realmente fizeram isso com minha saída. Então estou super feliz, na verdade. Eu amei meu começo na série, e amei meu final também. O meio foi devagar, mas o final foi muito legal e estou muito, muito feliz com isso. Então, sim, acho que foi uma coisa mútua.
CB: Sua cena final é incrível. Você pode falar sobre como vocês filmaram essa sequência no nevoeiro, foi isso em um estúdio ou foi em um local?
TP: Nós filmamos tudo em um estúdio para que você pudesse manter o nevoeiro lá dentro. Havia névoa baixa e depois havia uma fumaça por toda a sala. O principal desafio era apenas garantir que você não pisasse em ninguém depois que eles caíssem, porque você não podia realmente ver as pessoas no chão. Então nos certificamos de que realmente marcamos a luta e onde as pessoas iriam cair e como todas as mortes aconteceriam.
Antes de fazer minha pequena briga, há a briga que eu e Ross [Marquand] tivemos, mas já há pessoas voando por aí e outras coisas. É engraçado ver isso, como Ross e eu matamos um monte de gente e então, eu mato seis pessoas nessa última luta, mas se eles não filmarem em câmera lenta, isso acaba em cinco segundos. O slow-mo adiciona muito a isso, porque agora ele tem essa espada, e ele vai cortá-las como manteiga.
E o que eu queria daquela seqüência era que ele estivesse se divertindo. Porque para ele é muito fácil. Ele não é ameaçado pelos zumbis. Eu acho que isso contribui para o todo, quando ele é morto, eles não são uma ameaça para ele, os zumbis, especialmente quando ele tem sua espada. Então foi legal, quando ele está recuando diz: "Oh, eu vou matar esse daqui", e então, oh, e então ele morre. Eu realmente gostei desse aspecto de surpresa disso.
CB: O que você e o elenco fizeram para sua despedida? Havia algum tipo de jantar, pessoas usando o mesmo penteado que você no set, algo assim?
TP: Tivemos um pequeno jantar de despedida, como costumamos fazer em um restaurante em Atlanta. Mas a coisa sobre isso foi, foi muito estranho, aquela sequência, eu voltei e gravei isso, nós fizemos dois dias de re-filmagens sobre isso, espalharam as câmeras, também, para adicionar diferentes cenas de reação e outras coisas. Então eu tive o meu tipo de, "Yay, e isso é o fim para Tom Payne!" E então, não foi porque eu voltei para filmar essa sequência. E como da última vez que voltei, eu estava literalmente deitado em uma poça de sangue enquanto Ross chorava por mim. Então eu tive um final, mas não foi realmente o final. Você sabe, não é o final até que eles terminem de filmar porque você sempre pode fazer re-filmagens e outras coisas. Então sim, eu tive um final, mas foi bem extenso.
E foi meio difícil para mim, porque quando você termina algo, você quer ser capaz de seguir em frente, mas eu não pude realmente, eu estava nessa estase onde eu não podia seguir em frente porque eu sabia que eles me chamariam de volta, e eis que eles fizeram. Então eu estava incrivelmente irritado, tipo, "Oh Deus, estou de volta aqui neste cemitério estúpido caído no chão, por que você não pode simplesmente me ter morto, ensanguentado?" É sempre divertido.
Estou tão feliz por trabalhar com Josh e Ross nesses poucos dias, porque foi muito divertido e todo esse episódio é tão legal e assustador. A única tristeza foi: "Oh, eu gostaria de ter mais dessas coisas para fazer. Eu gostaria de ter trabalhado com mais pessoas no programa". Porque eu amo Lauren e Xander [Berkeley], mas a maioria das minhas coisas estava com eles, e era meio que ... você quer deixar de lado e trabalhar com pessoas diferentes. Então, é por isso que eu acho que no final, três anos em um programa de TV é tempo o suficiente, na verdade. Especialmente se você não consegue trabalhar com pessoas diferentes. Foi a hora certa.
CB: Outros membros do elenco tiveram seus personagens mortos e retornaram. Você pode falar se veremos ou não Jesus novamente em The Walking Dead ?
TP: Não, mas há sempre a possibilidade no universo de The Walking Dead para as pessoas retornarem. Quero dizer, há seis anos inteiros que não vimos, então sim, há sempre a possibilidade de que Jesus possa aparecer novamente, ou alguém, você sabe.
CB: Então, do que você vai sentir mais falta de Atlanta e do show?
TP: Eu vou sentir falta do elenco e da equipe. Eles são apenas pessoas ótimas de verdade, trabalhando neste show em todos os departamentos. Essa é a coisa sobre como trabalhar em algo por um longo período de tempo, é que você conhece a todos, e está aparecendo e vendo seus amigos todos os dias, o que é muito, muito legal, e faz com que você se baseie nisso. Isso é mais sobre a equipe, porque você vê o elenco, eu vejo o tempo todo em várias funções, e nós estamos sempre esbarrando um no outro, mas a equipe não faz essas coisas, então eu não os vejo muito.
Dito isto, toda a produção parece acontecer em Atlanta hoje em dia, então tenho certeza que vou vê-los em outro trabalho. E isso vai ser divertido, eu realmente adoraria fazer isso, como ir a Atlanta e fazer outro trabalho e ver um pouco da equipe trabalhando nisso. Isso seria muito bom. Você passa três anos trabalhando com pessoas e sabendo que essas pessoas farão parte de sua carreira pelo resto de sua vida, o que é muito, muito legal.
CB: Você tem algum outro projeto em andamento? Você é um vingador ainda?
TP: Não, eu ouvi que eles estão lançando Os Eternos em breve, e isso é legal. Mas há também um monte de coisas, há Entrevista com o Vampiro, há a série do Senhor dos Anéis, há todas essas coisas de elenco, mas eu não fui capaz, não oficialmente, meu agente não estava livre até o episódio ir ao ar, então eu não fui capaz de fazer isso porque eu também assinei a cláusula que todos assinamos. Então, depois desse fim de semana eu posso entrar nisso, mas estou super animado só por fazer algo diferente. Eu amo Atlanta e eu amo a série, mas eu não me tornei um ator para interpretar o mesmo papel várias e várias vezes. Estou animado para fazer outras coisas.
CB: Então, a questão mais importante, você vai manter o cabelo e a barba?
TP: Eu vou manter o cabelo por enquanto, porque na verdade são dois anos e meio de crescimento e não há muitos atores com cabelos longos, então isso pode me dar uma vantagem de alguma forma. Mas eu posso mudar a barba porque isso leva apenas alguns meses. Mas eu acho que o cabelo pode me ajudar em outros trabalhos. Tendo dito isso, vou raspar tudo, é uma coisa muito legal, sabe.
The Walking Dead vai ao ar aos domingos às 00:30H na FOX

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.