Documentário "Horror Noire: A History of Black Horror" será lançado no próximo mês - Os Cinéfilos

Documentário "Horror Noire: A History of Black Horror" será lançado no próximo mês

homem Aranha
O novo documentário Horror Noire: A History of Black Horror, baseado no livro de mesmo nome do Dr. Robin R. Means Coleman, será lançado no Shudder no próximo mês, conforme anunciado em um comunicado de imprensa. Confira o cartaz abaixo antes de ser lançado em 7 de fevereiro.

cartaz do filme do horror noire


O anúncio diz, "Horror Noire faz um olhar crítico em um século de filmes de gênero que, por sua vez, são utilizados, caricaturados, explorados, marginalizados e abraçados por cineastas negros. O filme apresenta entrevistas detalhadas com diretores, escritores e atores notáveis, incluindo Ernest Dickerson ( Bones ), Rusty Cundieff ( Tales From The Hood ), Jordan Peele ( Corra!, Nós ), Tina Mabry ( Mississippi Damned ), Tony Todd ( Candyman ), Paula Jai ​​Parker ( Tales From The Hood ), Tananarive Due ( My Soul TO Keep ), e Dr. Robin R. Means Coleman. Horror Noire estreia exclusivamente no Shudder na quinta-feira, 7 de fevereiro, depois de eventos de exibição especiais em Nova York e Los Angeles no início do mês."
"Depois que vi Corra!, de Jordan Peele, criei uma aula da UCLA em torno do Black Horror chamada The Sunken Place", compartilhou o produtor executivo Tananarive Due. "O texto que eu recomendei foi o Dr. Robin R. Means Coleman, Horror Noire: Blacks in American Horror Films da década de 1890 até o presenteEntão, fiquei muito feliz em ajudar a dar vida a essa história nas telas. Horror Noire é sobre a história dos filmes de terror negros, mas é também um testemunho do poder da representação e como o terror é uma maneira tão visceral de combater o trauma racial: nossa real dor e medo, mas de uma distância segura, enquanto nos fortalecemos."
"O gênero de terror é uma pedagogia ousada e inabalável. É como um currículo do nosso mundo social, político e racial", explicou o produtor executivo Dr. Robin R. Means Coleman. "O filme de terror é fascinante se não por outro motivo que se orgulhe de se aconchegar ao lado do tabu, confundindo nosso senso do bem e mal, o monstruoso e divino, e o sagrado e profano. É uma das formas mais intrépidas de entretenimento em seu escrutínio de nossa humanidade e nossas fraquezas. É minha sincera esperança que o Horror Noire acenda um debate feroz e desencadeie explorações ainda mais precisas e sutis sobre o poder do terror."
Começando com a era do cinema mudo, Horror Noire explora a história freqüentemente negligenciada e subestimada dos negros americanos em Hollywood: o surgimento de protagonistas negros no cinema de gênero no final dos anos 60 com A Noite dos Mortos-Vivos e nos anos 70 com Blácula e filmes da era blaxploitationCandyman e a crescente popularidade do terror urbano nos anos 90; até o recente ressurgimento do gênero com filmes como o vencedor do Oscar, crítico e comercial Corra!.
"Há mensagens de humanidade e sobrevivência que contadores de histórias e atores negros têm expressado com terror desde o começo do gênero", Ashlee Blackwell, produtora e co-roteirista de Horror Noire, além de fundadora e editora-gerente da Graveyard Shift Sisters, site dedicado ao tema das mulheres negras em terror, explicou"Tem sido uma jornada emocionante trabalhar com uma equipe para trazer esta história escondida à vida e para fora das sombras."
Confira o novo filme quando estrear no Shudder em 7 de fevereiro.

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.