O artista de "The Walking Dead", Charlie Adlard, comenta o fim da série em quadrinhos - Os Cinéfilos

O artista de "The Walking Dead", Charlie Adlard, comenta o fim da série em quadrinhos

homem Aranha
The Walking Dead acabou. A série de quadrinhos que tem mais de 15 anos imprimiu sua última edição, que chegou às prateleiras nesta quarta-feira nos EUA. A série de zumbis "que nunca acaba" terminou. Foi um choque para os fãs que investiram na franquia de longa data como o criador da série, Robert Kirkman, que encerrou a série sem o anúncio de seu fim se aproximando. Ele simplesmente deixou a edição sair para os varejistas em um esforço para permitir que os leitores descobrissem que acabou simplesmente lendo os quadrinhos finais. Agora, o artista mais antigo da série, Charlie Adlard, comentou sua conclusão.

"Sim, agora é oficial", disse Adlard em um tweet. "É isso aí ... o fim! O que eu posso dizer? Obrigado a todos por terem vindo conosco nesta jornada épica. Robert Kirkman mudou minha vida quando ele sugeriu que trabalhássemos nestes 'pequenos quadrinhos de zumbi' todos esses anos atrás. Amo todos vocês!"

Confira o tweet de Adlard, que se juntou aos quadrinhos em sua sétima edição, abaixo.


"No início de 2015, Charlie Adlard entregou a capa para a edição nº 142", escreveu Kirkman nas últimas páginas da edição 193. "Ele tinha seguido minha direção, de mostrar pessoas felizes na feira de Alexandria, as barracas, o comércio ... uma cena muito civilizada, e ele trabalhou maravilhas com o conceito. Era uma capa diferente de tudo que tinha vindo antes. Para mim, foi um verdadeiro ponto de virada para esta série. "

"A coisa é ... isso foi há mais de quatro anos atrás neste momento ... mas eu sabia praticamente todas as grandes histórias que iriam acontecer até esta edição final. Alguns anos antes, por volta de 2013, eu até disse a Charlie na San Diego Comic-Con qual era a essência desta edição final ... Eu simplesmente não sabia exatamente em que edição essa história sairia. Eu sabia o fim ... mas eu não sabia quando aconteceria. Eu imaginei ... em algum lugar além da edição # 300. Como eu disse publicamente ... Eu sempre quis alcançar esse número, aquele número grande e redondo que todas as loucas revistas de criadores indy tentam perseguir."
O que você achou do final dos quadrinhos de The Walking DeadCompartilhe seus pensamentos na seção de comentários!

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.